PROANTAR

PROANTAR encerra a OPERANTAR XXXVIII

No dia 24 de setembro, o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) encerrou a 38ª Operação Antártica (OPERANTAR XXXVIII).

No dia 24 de setembro, o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) encerrou a 38ª Operação Antártica (OPERANTAR XXXVIII). Uma aeronave C-130 Hércules realizou seis lançamentos de cargas, por paraquedas, para a Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Ao todo, dentre gêneros alimentícios, sobressalentes, correspondências e materiais de uso pessoal, foram enviados 1.300 quilos de carga.

A fim de evitar que a pandemia do novo coronavírus chegue ao Continente Antártico, militares do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais especializados em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) realizaram, no Rio de Janeiro, a descontaminação dos suprimentos que seguiram para a EACF, e também da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) usada na missão. Todos os itens recebidos na EACF, incluindo as embalagens e os próprios paraquedas usados no lançamento, foram novamente desinfectados pelo GB Ferraz antes do seu uso e armazenamento.

Coleta de amostra por swab da Maj Av Joyce, do 1º/1º GT da FAB, feita pela 1T(Md) 1T(Md) Nicolle Pimentel, da SECIRM, para análise de coronavírus na Fiocruz.

 

Em função das restrições sanitárias vigentes na cidade de Punta Arenas (Chile), usual base de apoio para as atividades do PROANTAR, a cidade do Ushuaia (Argentina) foi usada para o suporte operacional ao 9º Voo de Apoio Logístico à OPERANTAR XXXVIII.

Além dos cuidados de desinfecção durante as distintas fases de preparo e transporte da carga, os militares da Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM) que participaram do voo e a tripulação do C-130, composta por militares do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1°/1° GT), foram submetidos a testes de Swab (RT-PCR) e sorologia, conduzidos pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). Tais medidas cumprem não apenas as exigências das autoridades sanitárias nacionais e internacionais, mas também garantem que o PROANTAR atenda às diretrizes do Conselho dos Gerentes de Programas Antárticos Nacionais (COMNAP) para evitar a introdução da COVID-19 na região antártica.

Limpeza e arrumação dos materiais recebidos na EACF pelo GB Ferraz

 

Em função das restrições sanitárias vigentes na cidade de Punta Arenas (Chile), usual base de apoio para as atividades do PROANTAR, a cidade do Ushuaia (Argentina) foi usada para o suporte operacional ao 9º Voo de Apoio Logístico à OPERANTAR XXXVIII.